Tributação no agronegócio – Entenda quais são e como funciona

27/05/2020

O agronegócio é um importante setor que movimenta parte da economia brasileira. Conforme os dados divulgados pelas ONU, espera que até 2024, o Brasil seja o principal exportador agrícola de todo o mundo.

Diante deste cenário, o empreendedor rural tem visto o momento atual como uma ótima oportunidade de investimento.

Sendo assim, a fim de orientar nossos leitores, preparamos um conteúdo, onde iremos abordar toda a tributação no agronegócio.  Vamos a ele?

 

Tributação no agronegócio: como funciona?

O sistema tributário, que incide no agronegócio, está longe de ser simples. Ao contrário disso, ele é composto de muitos processos burocráticos.

De acordo com a Farmnews, existem cerca de 90 tipos de tributos cobrados para este setor como, por exemplo, impostos, contribuições sociais, taxas e etc.

As cobranças destes tributos podem impactar diretamente no preço dos produtos como também em sua exportação.

Sendo assim, como resultado, os produtores rurais apresentam perdas de faturamentos, uma vez que a cobrança tributação no agronegócio interfere diretamente no preço dos produtos, que é repassado ao consumidor final.

 

Quais são os impostos pagos?

Veja a seguir quais são os impostos pagos pelo agronegócio:

  • CMS – Imposto sobre Circulação De Mercadorias E Serviços;

  • IRPJ ou IRPF – Imposto De Renda De Pessoa Jurídica/ Física;

  • CSLL – Contribuição Sindical Sobre Lucro Líquido;

  • PIS – Programa de Integração Social;

  • COFINS – Contribuição para o financiamento da Seguridade Social;

  • Funrural – Fundo de assistência ao trabalhador rural;

  • INSS – Instituto Nacional de Seguridade Social;

Lembrando que o pagamento destes impostos é obrigatório para todos os empreendedores do agronegócio.

O seu não pagamento pode resultar na cobrança de multas pelos órgãos fiscais responsáveis.

Entretanto, existem formas legais de reduzirem os impactos da cobrança de tributos. Quer aprender um pouco mais? Continue lendo nosso artigo!

 

Qual a importância do planejamento tributário para o agronegócio?

Por meio da implementação do planejamento tributário, se torna possível reduzir o impacto causado devido a alta carga tributária pagas pelo agricultor.

Sendo assim, por meio do planejamento tributário, é possível perceber benefícios como:

  • Evitar incidência de tributos:  impede que o fator gerador de imposto ocorra, permitindo que o empreendedor rural se torne isento do pagamento de taxas;

  • Reduzir o valor recolhido: conhecido como elisão fiscal, é uma atividade legal que visa diminuir o valor final dos tributos pagos;

  • Análise dos procedimentos fiscais e livros contábeis;

  • Adequação ao regime tributário;

  • Criação de uma estrutura societária para as empresas.

Portanto, o planejamento tributário para o agronegócio permite reduzir de forma legal a incidência da carga tributária cobrada, sem que haja fraude ou uma simulação.

Além disso, ele também permite identificar quais são os pontos de melhorias a serem realizado, como também a recuperação de créditos fiscais.

Leia mais sobre: Passos para organizar as finanças do Agronegócio.

 

Tributação do agronegócio brasileiro e suas peculiaridades

Em razão dos diversos tipos de tributos cobrado no agronegócio, este setor possui algumas peculiaridades, nas quais o empreendedor deve se manter atento. São elas:

  • Sazonalidade da produção;

  • Influência de fatores biológicos;

  • Perecibilidade rápida;

  • Influência dos elementos e fatores climáticos.

 

Conte com apoio de uma contabilidade especializada no setor

A contabilidade especializada no setor do agronegócio é uma importante ferramenta que auxilia tanto o produtor quanto o empresário a entender completamente a saúde financeira e o rumo de seu negócio.

Com o apoio de um profissional especializado, é possível controlar todo o patrimônio como também obter informações precisas sobre o desenvolvimento econômico de sua atividade.

Sendo assim, se torna possível planejar investimentos como também tomar melhores decisões a respeito da tributação no agronegócio.

Atualmente, como sua empresa faz a contabilidade do agronegócio? Fique à vontade para compartilhar conosco seu comentário ou dúvidas.

Banner Adcal

Caso queira saber mais, conheça nosso site. A ADCAL tem como missão a busca do equilíbrio nas relações humanas, por meio das soluções empresariais, proporcionando a melhoria e o avanço da contabilidade e maximizando os retornos empresariais para os seus titulares.

Aproveite para ler mais artigos como este em nosso blog e aprenda também: Geração de caixa: um plano para quando parecer que não há alternativas.