Como prevenir o passivo trabalhista nas empresas?

03/09/2020

Entende-se como passivo trabalhista a soma de todas as dívidas geradas quando um empregador, podendo ele ser pessoa jurídica ou não, deixa de cumprir as suas obrigações trabalhistas. Ou quando a sua empresa deixa de realizar o recolhimento de encargos sociais de maneira adequada.

Deste modo, a cobrança de passivos trabalhistas não ocorre de maneira imediata, mas sim mediante as reclamações trabalhistas, fiscalizações do Ministério do Trabalho e demais órgãos responsáveis.

Realizar uma gestão de pessoas eficiente, que tenha foco na prevenção de seus passivos trabalhistas, permite que o empresário não comprometa uma boa parte de seus recursos financeiros com o pagamento de multas e indenizações.

Confira a seguir nossas dicas e aprenda como prevenir o passivo trabalhista em sua empresa. Acompanhe!

 

Como prevenir possíveis prejuízos

Quanto maior o conhecimento de uma empresa sobre suas falhas, maior serão as suas chances de prevenir o surgimento de passivos trabalhistas.

A fim de reduzir os danos financeiros gerados por meio de processos trabalhistas, deve-se sempre se atentar a prestar auxílio os seus colaboradores.

Isso porque, se um profissional entender que a organização está a sua disposição, das mais diferentes maneiras, certamente, ele se sentirá mais confortável ao procurar a organização para resolver um conflito.

Contudo, atenção, é proibido por lei que o empregado ignore as queixas de seus colaboradores, criando assim uma linha direta de denúncia.

Logo, são fatores de atenção, que evitam a criação de políticas abusivas:

  • Sua empresa costuma controlar tudo que o trabalhador faz ou executa no ambiente de trabalho?

  • Como está o seu ambiente de trabalho?

  • A empresa traça metas impossível de serem alcançadas?

  • Existe uma competitividade tóxica entre os colaboradores?

  • O colaborador não se sente valorizado?

  • Os pontos descritos no contrato de trabalhos estão sendo descumpridos?

Separamos para nossos leitores algumas práticas que quando aplicadas auxiliam o empregador na prevenção do passivo trabalhista. Confira quais são!

 

Estude a legislação

Existem uma série de leis que precisam ser cumpridas, bem como o pagamento de impostos, que possui como principal finalidade evitar as possíveis complicações no futuro de seu empreendimento.

Deste modo, as relações trabalhistas não se resumem somente ao cumprimento de boas práticas. Por este motivo, todos os departamentos de uma empresa precisam estar integrados aos serviços de RH.

A fim de que os cumprimentos de normas trabalhistas possam garantir a integridade física, mental e moral dos funcionários.

Diante disso, busque construir uma relação mais saudável com os sindicatos representantes das categorias de seus colaboradores. Além disso busque conhecer todos os acordos trabalhistas firmadas.

Pensando nisso, compartilhe informações com seus times de forma transparente, de modo que todos possam ter conhecimento de seus deveres e obrigações.

Aproveite para aprender mais lendo: Encargos Trabalhistas: Quanto custa manter um funcionário?

 

Atenção ao cálculo da folha de pagamento

O cálculo da folha de pagamento é um dos principais fatores que levam um empregador a ser atuado como passivo trabalhista

Deste modo, para evitar erros, ou consequências graves, é fundamental que o RH confira todos os dados a serem calculados mensalmente ante que a folha de pagamento seja fechada.

Além disso, com a adoção de um sistema de ponto eficiente, a coleta de dados mensais se torna mais assertiva.

 

Organize o arquivo dos colaboradores

Outro ponto fundamental é manter todos os documentos recibos e comprovantes importantes organizados em ordem de sua presença. Sendo importante que cada colaborador tenha um arquivo próprio em seu nome, com todas as informações a seu respeito.

Deste modo, que seja fundamental não se esquecer de conferir todos os dados presentes em cada documento, evitando assim que falte a assinatura de profissionais, clientes, fornecedores e etc.

Confira também: Estruturação de Negócio: Saiba como escolher o tipo de empresa que vai abrir

Utilize meios jurídicos sempre que tiver dúvidas ou achar necessário

Uma dica importante que ajuda o empregador a garantir a prevenção de passivo trabalhista é garantir que todos os processos estão sendo realizado de forma legais. Deste modo, é possível contar com a orientação de uma advocacia,.

Assim, busque estabelecer uma certa periodicidade, para que um advogado trabalhista possa analisar toda a documentação, a fim detectar possíveis erros.

 

Acompanhe os processos já ajuizados e busque sempre o acordo judicial

Por último, nossa dica é que o empregador possa acompanhar todos os processos que estão sendo ajuizados, caso exista um.

E, no caso de surgimento, busque imediatamente a orientação de um escritório de advocacia e certifique que a base do cálculo de passivo trabalhista seja realizada de forma correta.  Podendo ele ser feito de dois modos:

  • Para os casos ajuizados precocemente, os pedidos e valores podem ser apontados pelo trabalhador;

  • Para pedidos que registrem a parcialidade da vitória do trabalhador, devem ser cedidos todos os documentos do contrato de trabalho a equipe jurídica, permitindo assim mensurar os dados financeiros da procedência do pedidos.

Portanto, planejar e definir padrões permite realizar a prevenção de passivos trabalhistas de forma mais assertiva.

Deste modo, investir na realização dos serviços de consultorias e contar com profissionais preparados refletirá diretamente no desenvolvimento de uma corporação mais saudável.

Por fim, esperamos que o leitor tenha gostado deste artigo. Possui dúvidas sobre como abrir uma empresa? Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas.

Gostou de nosso conteúdo? Acesse nosso blog e fique por dentro de todas as nossas novidades.