Guia da DRE: tudo sobre a Demonstração de Resultado do Exercício

09/11/2020

Uma Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) tem como base a reunião de todas as operações financeiras de um empreendimento. Se trata de uma apresentação de um único documento que irá apontar se uma empresa obteve lucro ou prejuízo.

Ou seja, esse relatório irá servir como um guia essencial aos empreendedores que se preocupam com a saúde financeira do seu negócio. Uma vez que ele atua como o raio X das finanças.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo. Confira a seguir tudo sobre a Demonstração de Resultado do Exercício. Vamos lá?

 

Demonstração de Resultado do Exercício: O que é uma DRE

A Demonstração de Resultado do Exercício (DRE) é um documento que reúne todas as operações financeiras da empresa durante um determinado período.

Deste modo, é de fundamental importância que todo empreendedor conheça com clareza a real situação de sua empresa.

Ou seja, para sua elaboração, será realizado uma análise completa de suas receitas, despesas e custos.

Sendo assim, existem dois modelos de DRE diferentes que podem auxiliar um empreendedor.

Deste modo, uma DRE tem como principal finalidade a gerência. Isso é, podemos encontrar um DRE Contábil, de uso obrigatório por lei, onde as empresas deverão adotar um regime de competência, podendo ele ser de depreciação e provisionamento das Férias, 13º e os encargos sociais.

Portanto, o DRE possui o uso gerencial, promovendo na gestão diversos ganhos importantes tanto para as micros, quanto as pequenas empresas.

Desta forma, o DRE irá complementar outros tipos de relatórios cruciais na gestão de um empreendimento como, por exemplo, o fluxo de caixa, de controle periódico ou mensal.

Aproveite para aprender mais lendo: Como conseguir crédito para pequena empresa com as melhores condições

 

Receitas e despesas: origem da informação do DRE

Os dados presentes em um DRE Gerencial de uma empresa deverão ser coletados por  meio de um sistema, identificando todos os lançamentos financeiros cadastrados de forma online.

Deste modo, estabelecimentos como do setor de comércio e indústria precisam estar atentos às informações de Vendas (Valor da Venda e o Custo da Venda).

Assim, todas as contas a pagar e a receber e também as conciliações bancárias deverão ser mantidas atualizadas, de modo que seja possível garantir a precisão do relatório.

Além disso, alguns aspectos devem ser considerados e incluídos na DRE:

  • Receitas operacionais;

  • As receitas de vendas;

  • Receita Bruta de Vendas;

  • Receita Líquida de Vendas;

  • Lucro Bruto;

  • O lucro/Prejuízo Operacional;

  • Lucro / Prejuízo Líquido;

  • Lucro / Prejuízo Final.

Leia mais sobre: Maneiras de manter sua empresa saudável no mercado

 

Como fazer o DRE?

A seguir, iremos seguir um passo a passo de como uma estrutura de DRE simples deve ser montada. Vamos lá?

tabela-passos-elaboração-dre

 

Esperamos que cada um de nossas dicas possam ter sido úteis. Para aprender mais, entre em contato com um de nossos consultores e solucione todas as dúvidas sobre uma gestão eficiente para sua empresa.

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e fique por dentro de todas as nossas novidades.