Qual o calendário para o Imposto de Renda 2021? Tudo que você precisa saber

10/03/2021

Vai declarar o Imposto de Renda 2021? Como esperado, a Receita Federal já anunciou as regras e o calendário da declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física, válido para 2021, que tem como base o ano anterior, 2020.

Igualmente ao ano anterior, permanece obrigatório o envio da declaração para todos os contribuintes que apresentaram rendimentos acima de R$28.559,50.

A princípio, a única mudança é referente ao grande número de pessoas que receberam o auxílio emergencial, como auxílio ao enfrentamento da pandemia de Covid-19 durante o ano de 2020.

Desse modo, os beneficiários que, em 2020, receberam rendimentos tributáveis no valor acima de R$ 22.847,76, devem enviar a declaração.

Leia com atenção o conteúdo a seguir e confira o passo a passo para declarar o Imposto de Renda 2021. Vamos lá?

 

Imposto de Renda 2021: o que é?

O Imposto de Renda é um tributo cobrado pelo governo sobre os ganhos de pessoas físicas, como por exemplo salários, pensões e aposentadorias, prêmios de loterias, aluguéis e etc.

Deste modo, o valor da alíquota paga será correspondente à renda de cada contribuinte. Ou seja, quem tem mais paga mais, e quem tem menos paga menos impostos.

Anualmente, o prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, tem início no primeiro dia do mês de março e termina no último dia útil de abril.

Contudo, de acordo com mudança proposta pela Receita Federal, o Imposto de Renda 2021 terá o seu prazo estendido até o dia 31 de maio.

Na prática, o contribuinte brasileiro tem 60 dias para realizar a separação da declaração e fazer o envio à Receita Federal. Logo, é importante não deixar para último momento!

Aproveite para ler mais sobre: Cobrança do ISS – Imposto Sobre Serviços: O que mudou?

 

Quem precisa declarar o imposto de renda?

Se você vai declarar o IRPF 2021, é importante entender quais são as situações de obrigatoriedade da declaração, impostas pela Receita Federal. Confira a seguir:

  • Receberam rendimentos tributáveis acima de R$28.559,70 durante o ano de 2020;

  • Receberam rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte superior a R$40.000,00;

  • Recebeu em qualquer mês, dinheiro por conta de alienação de bens e direitos – em que o IR incida – ou então realizaram operação em bolsas de valores, mercadorias, futuro ou semelhantes;

  • Teve até 31/12/2020 bens ou direitos no valor total superior a 300 mil, somando todos os bens;

  • Passaram à condição de residente no Brasil e se mantiveram até 31/12/2020;

  • Venderam imóveis residenciais e obtiveram ganho na operação, mesmo que tenha comprado outro imóvel em um prazo de 180 dias e usaram da regra de isenção do imposto de renda;

  • Quem exerce atividade rural e teve receita bruta acima de R$142.798,50 ou que pretende compensar prejuízos de anos anteriores ou até mesmo de 2020.

Tendo como novidade este ano, a inclusão de quem recebeu o auxílio emergencial, em função da pandemia de Covid-19.

 

Qual o prazo para entrega do Imposto de Renda 2021?

O prazo para a entrega da declaração do Imposto de Renda 2021, que tem como o ano base 2020, teve início no dia 01 de março com previsão para término no dia 31 de maio, de acordo com mudança imposta pela Receita Federal.

Deste modo, os contribuintes têm 60 dias para preparar e organizar os documentos para a elaboração de sua declaração e enviá-la à Receita Federal.

Portanto, é importante não deixar para o último momento a sua elaboração. Isso porque, o contribuinte poderá encontrar indisponibilidade do sistema.

Além disso, possui prioridade nos lotes de restituição, que terá início no mês de maio, que faz o envio de sua declaração, antes do prazo final.

Confira um pouco mais sobre: Como conseguir crédito para pequena empresa com as melhores condições

 

Tabela Regressiva e alíquotas

Este ano, mais uma vez, a tabela do IR não foi atualizada, conforme o que era esperado. Durante os anos de 1996 a 2020, a inflação medida pelo IPCA subiu 346,69%, enquanto os reajustes de tabela do IR ficaram em 109,63%.

Acompanhe a seguir os valores de alíquotas cobrados, de acordo com a base de cálculo anual do IR, válida para 2021.

 

Base de Cálculo (R$)

Alíquota

Parcela a Deduzir do IR

Até R$ 22.847,76

Isento

R$ 0,00

De R$ 22.847,77 até R$ 33.919,80

7,50 %

R$ 1.713,58

De R$ 33.919,81 até R$ 45.012,60

15,00 %

R$ 4.257,57

De R$ 45.012,61 até R$55.976,16

22,50 %

R$ 7.633,51

Acima de R$ 55.976,16

27,50 %

R$ 10.432,32

 

Passo a passo de como fazer a declaração do Imposto de Renda 2021

Confira a seguir o passo a passo de como fazer a declaração do Imposto de Renda 2021:

 

1) Reúna os documentos

Antes de iniciar o preenchimento do formulário do IR, é preciso que o contribuinte reúna todos os documentos que comprovem a sua vida financeira em 2020.

  • Documentos pessoais (RG, CPF, comprovante de residência e dados bancários);

  • Informe de rendimentos (a empresa deve fornecer);

  • Documentos pessoais dos dependentes (CPF obrigatório);

  • Informe de rendimentos financeiros e de aplicações ou extrato de aplicações (fornecidos pelo banco);

  • Comprovantes de despesas médicas (nome, endereço, CPF ou CNPJ do prestador, data e assinatura do médico caso não seja uma nota fiscal);

  • Comprovantes de despesas com ensino;

  • Extrato de Previdência Privada;

  • Documentação do Plano de Saúde;

  • Documentação de imóveis e veículos (inclusive financiados);

  • Recibos de pagamento ou recebimento de aluguel;

  • Recibos de doações;

  • Incluir: Contrato social das empresas as quais é sócio;

  • Documentação de consórcios contemplados ou não;

  • Extrato do carnê-leão, caso seja autônomo.

 

2) Baixe o programa

Também será preciso fazer o download do programa gerador da declaração, no site da Receita Federal, que pode ser feito tanto pelo celular quanto por um computador.

Deste modo, caso o contribuinte opte por fazer a declaração por meio de smartphones ou tablets, ele poderá baixar o aplicativo “Meu Imposto de Renda”, tanto no Google Play como também na AppStore.

 

3) Preencha os dados

Para fazer o preenchimento dos dados, o contribuinte precisa apenas seguir o passo a passo do programa, inserindo os dados que estão sendo pedidos.

Primeiro, deverá inserir informações de seus dados pessoais, posteriormente inserir os seus rendimentos e despesas em 2020.

 

4) Escolha o modelo de declaração

Após preencher todos os dados, o contribuinte deverá escolher o modelo de tributação de sua declaração. Devendo escolher entre o modelo simplificado ou completo.

Caso escolha a declaração simplificada, poderá fazer o abatimento único de 20% dos rendimentos tributáveis, limitando o valor a R$16.754,34. Enquanto as declarações completas, as deduções deverão ser feitas uma por uma.

 

5) Guarde a declaração e o recibo

A declaração deverá ser enviada até o último dia útil do mês de maio. Deste modo, ao finalizar o envio, o programa irá gerar um recibo.

O seu número deverá ser armazenado, uma vez que caso seja necessário, possíveis correções no formulário, deverão ser acessadas por ele.

Além disso, salve o arquivo completo da declaração, devendo fazer seu armazenamento por um período de 5 anos.

 

6) Retifique a declaração, se precisar

Caso já tenha enviado a declaração do IRPF 2021, é preciso corrigir algum dado que tenha sido inserido errado ou seja preciso incluir algum dado na declaração de maneira retificadora.

Deste modo, basta abrir o programa com a declaração original e selecionar a opção “Declaração Retificadora”, informar o número de recibo da declaração e, posteriormente, alterar a informação a ser corrigida.

 

Conte com o apoio de contador

Contar com apoio de um contador durante a realização da Declaração do Imposto de Renda 2021, pode auxiliar de forma positiva o contribuinte, minimizando assim os erros cometidos durante o preenchimento dos formulários e evitar cair na malha fina.

Por fim, esperamos que o leitor tenha gostado deste artigo. Possui dúvidas sobre como fazer a Declaração do Imposto de Renda 2021. Entre em contato agora mesmo com nossos especialistas.

Gostou do nosso conteúdo? Acesse nosso blog e fique por dentro de todas as nossas novidades.

Aprenda mais em: Como conseguir crédito para pequena empresa com as melhores condições.